top of page

Torneios de Catan e Carcassonne Homo Ludicus 2024

Atualizado: 30 de jun.

Nestas férias, a Homo Ludicus e a Devir esperam você pra dois grandes campeonatos.



Neste mês de julho de 2024 a Homo Ludicus vai sediar dois campeonatos oficiais promovidos pela Devir Brasil: Carcassonne, no dia 6 de julho, e Catan, no dia 20 de julho.

Os dois torneios fazem parte do Calendário Oficial da Devir e dão aos finalistas o direito de participar do Campeonato Nacional dos dois jogos.

Confira abaixo os regulamentos e faça já sua inscrição.

 

Regulamento - Classificatórios de Carcassonne


Este regulamento tem como base o regulamento oficial dos Campeonatos Mundiais de Carcassonne, realizados em Essen, Alemanha, adaptado para o contexto nacional.

Sobre a Arbitragem

Todas as etapas classificatórias serão coordenadas pelo respectivo organizador previamente aprovado pela Devir.

Em qualquer mesa onde as regras gerais do jogo não forem respeitadas, os jogadores devem solicitar imediatamente a intervenção do árbitro. A decisão do árbitro é final, e os jogadores devem aceitar sua determinação. Se as regras não forem seguidas e os jogadores não informarem o árbitro imediatamente, a situação será considerada regular, e os jogadores

devem concordar com o resultado final do jogo.

Se os jogadores se sentirem prejudicados com o resultado de qualquer jogo devido a irregularidades ou regras não cumpridas, devem informar imediatamente ao árbitro. Uma vez registrado o resultado e atualizada a tabela classificatória, todas as reclamações serão desconsideradas, e nenhum resultado poderá ser alterado. O árbitro terá a palavra final quanto ao resultado do jogo.

Se as regras do jogo forem propositalmente desrespeitadas por algum jogador, o árbitro poderá desqualificá-lo da etapa em questão. Isso inclui, mas não se limita a, contagens adulteradas, posse de mais de uma peça simultaneamente e recolocação de meeples. Essa desqualificação poderá ocorrer apenas durante o decorrer de um jogo ou logo após seu encerramento.

Qualquer jogador que perturbe o bom funcionamento de uma etapa poderá ser desqualificado, tanto por decisão do árbitro quanto do representante da Devir, se aplicável. Neste âmbito, incluem-se atitudes agressivas, linguagem imprópria, postura física inadequada ou questões de higiene.

Em caso de interrupção devido ao som do próprio smartphone, o jogador será advertido pela organização da prova. Se a situação se repetir, o jogador poderá ser excluído da competição, sem direito a apelo. O mesmo se aplica se houver interação com elementos externos à competição durante qualquer partida.

Visão Geral dos Classificatórios

O idioma oficial da competição é o português brasileiro, e todos os jogos serão disputados utilizando a versão base da edição nacional de Carcassonne. Nenhuma expansão será utilizada.

A inscrição e a participação no Campeonato Classificatório e/ou Nacional de Carcassonne pressupõem o conhecimento e a aceitação das regras do jogo, bem como deste regulamento.

Jogadores que não possuam nacionalidade brasileira ou certificado de residência fiscal não poderão participar das etapas classificatórias nem do Nacional, consequentemente.

De um modo geral, para interessados em participar e desde que os pais e/ou responsáveis assim permitam, a idade mínima recomendada é aquela indicada na própria caixa do jogo, ou seja, 10 anos. Todos os menores de 18 anos deverão estar devidamente autorizados e acompanhados por um responsável legal durante a totalidade dos eventos.

Os jogadores interessados podem inscrever-se pelo nosso whatsapp mediante pagamento de uma taxa no valor de R$ 25,00 (vinte e cinco reais). Os jogadores que vencerem uma etapa ficam impedidos de participar nas demais Etapas Classificatórias, assim como os jogadores já classificados por outros meios. Cada etapa classificatória de Carcassonne é realizada com um mínimo de 6 participantes, e o número limite nunca deve ultrapassar 32, estabelecido localmente.

Regulamento - Etapas Classificatórias

O organizador tem autoridade para definir um tempo limite de turno por jogador. Sendo assim, o turno de cada jogador fica limitado a 1 minuto. Entretanto, observe que durante o Campeonato Nacional, todos os jogos serão disputados utilizando um relógio, semelhante aos de xadrez, programado com 15 minutos por jogador. Isso prepara potenciais representantes nacionais para os procedimentos das competições internacionais, onde a cronometragem é obrigatória.

Os classificatórios de Carcassonne são realizados no formato suiço, em partidas de 1 vs. 1, sempre confrontando adversários diferentes. O emparelhamento deve ser realizado via https://swisssystem.org/, seguindo o sistema suíço, isto é, baseado no número de vitórias que cada participante alcança e na soma dos resultados dos jogadores que ele enfrentou durante a competição. Na primeira rodada, os pares serão definidos aleatoriamente. Nos classificatórios em que haja um número ímpar de participantes (o que deve ser evitado sempre que possível), um jogador, por rodada, receberá um "BYE", o que significa uma vitória automática. Esse "BYE" não pode ser atribuído novamente ao mesmo jogador.

O sistema de pontuação consiste basicamente em 1 ponto por vitória, 0 pontos por derrota e 0.5 ponto por empate. O swisssystem usa um sistema de pontuação para os desempates. Ao contrário do que é informado no manual do jogo básico, o jogador inicial é escolhido de forma aleatória a cada rodada.

O número de rodadas varia de acordo com o total de participantes, e o organizador deve indicar a mesa e a posição inicial de cada jogador em cada rodada.

6-8 3 Rodadas

9-16 4 Rodadas

17-32 5 Rodadas

Após a final, os convites para o Campeonato Nacional serão concedidos de acordo com o total de participantes de cada etapa classificatória, conforme disposto abaixo:

6-16 2 Convites (Top 2)

17 ou mais 4 Convites (Top 4)

Responsabilidades do Jogador

Ao se inscreverem nos Classificatórios e/ou no Campeonato Nacional de Carcassonne, os jogadores concordam em ceder o uso de sua imagem para registros audiovisuais durante as competições e sua posterior divulgação. Esses eventos são públicos e podem receber cobertura noticiosa.

Em todas as rodadas, todas as mesas devem iniciar simultaneamente, conforme determinado pela organização.

Cada jogador é responsável por verificar o número de meeples que possui no início de cada jogo (7 + 1). Se ambos os participantes desejarem jogar com a mesma cor, prevalece a decisão do jogador inicial.

O jogador pode usar seus próprios meeples, desde que respeitem o formato e as dimensões dos componentes originais e mediante aprovação da organização da competição. Meeples que possam ser difíceis de distinguir entre os jogadores não serão permitidos.

Exceto na final, em todos os jogos, o jogador inicial é responsável por embaralhar as peças. Esse jogador também deve conferir a composição da pilha, constituída por 71 peças, e notificar a organização caso haja alguma irregularidade.

Todos os componentes do jogo devem ser mantidos sobre a mesa do primeiro ao último minuto, de forma que estejam facilmente visíveis para todos os jogadores. Isso inclui tanto os meeples disponíveis quanto a peça a ser jogada na posse de cada jogador, pois é válido "comprar" a nova peça logo após a finalização da jogada anterior.

Não é permitido que os jogadores registrem quaisquer informações durante os jogos sem o consentimento de seus adversários, incluindo registros fotográficos ou vídeos. Se durante uma partida algum jogador desejar ausentar-se do local da competição, mesmo que por um curto período, ele deve solicitar o consentimento de seus adversários diretos, bem como da organização.

Regras e Esclarecimentos Adicionais

Os procedimentos a seguir visam esclarecer algumas situações que regularmente causam confusão em Carcassonne. Todas essas noções (mesmo que possam ser contrárias às regras do jogo) devem ser reconhecidas como as regras oficiais do Campeonato e prevalecer sobre quaisquer outras.

1. Cada jogador começa com 8 meeples no início de cada partida. Sete são para colocar em jogo, de acordo com as regras de Carcassonne e o interesse do próprio participante, e o outro serve para assinalar a pontuação na tabela existente para esse efeito. Por jogada, um jogador pode colocar apenas um meeple na peça recém-colocada, desde que disponha desse mesmo meeple antes de colocar a peça em jogo. Isso significa que meeples que acabaram de ser recuperados do tabuleiro não podem ser utilizados imediatamente, apenas a partir do turno seguinte.

2. Cidades compostas por duas peças são pontuadas de acordo com a regra de 2 pontos por peça, sem a penalização prevista nas regras originais. Assim, cada cidade composta por duas peças pontua 4 pontos, em vez de 2.

3. Cada jogador pode pontuar múltiplas vezes por cada cidade completa abastecida pelos seus camponeses, desde que se tratem de campos diferentes, mesmo que abasteçam a mesma cidade. Nas regras da edição original, cada jogador pontuava apenas cada cidade uma única vez, independentemente do número de campos diferentes que a abasteciam; os pontos a serem recebidos por cada cidade abastecida permanecem sendo 3.

4. Peças colocadas na mesa em posições que respeitam as regras do jogo não podem ser recolocadas, o mesmo se aplica em relação ao posicionamento dos meeples de cada jogador. Portanto, se um jogador desejar alterar a jogada recém-efetuada, ele só poderá fazê-lo antes da jogada do seu adversário e com o consentimento deste. Caso contrário, considera-se aquela como o resultado do seu turno.

5. Sempre que uma peça não puder ser colocada legalmente em jogo pelo jogador, após o consentimento do adversário, o jogador deverá retirar uma nova peça para jogar e devolver a anterior à caixa do jogo (permanentemente), o que pode acontecer inúmeras vezes, se necessário.

6. Todas as situações não previstas ou omissas neste Regulamento Geral serão interpretadas e resolvidas de acordo com as regras do bom senso e as práticas comuns entre jogadores de jogos de tabuleiro em geral, com a palavra final do árbitro e/ou do representante da Devir.


 

Regulamento - Classificatórios de Catan


Este regulamento tem por base o regulamento dos Campeonatos Mundiais de Descobridores de Catan, realizados na Filadélfia, em 2012; Berlim, em 2014; Durango, em 2016; Colônia, em 2018; e Malta, em 2022, tendo sido adaptado ao contexto nacional.

Sobre a Arbitragem

Todas as etapas classificatórias serão coordenadas pelo respectivo organizador previamente aprovado pela Devir.

Em qualquer mesa onde as regras gerais do jogo não forem respeitadas, os jogadores devem solicitar imediatamente a intervenção do árbitro. A decisão do árbitro é final, e os jogadores devem aceitar sua determinação. Se as regras não forem seguidas e os jogadores não informarem o árbitro imediatamente, a situação será considerada regular, e os jogadores devem concordar com o resultado final do jogo.

Se os jogadores se sentirem prejudicados com o resultado de qualquer jogo devido a irregularidades ou regras não cumpridas, devem informar imediatamente ao árbitro. Uma vez registrado o resultado e atualizada a tabela classificatória, todas as reclamações serão desconsideradas, e nenhum resultado poderá ser alterado. O árbitro terá a palavra final quanto ao resultado do jogo.

Se as regras do jogo forem propositalmente desrespeitadas por algum jogador, o árbitro poderá desqualificá-lo da etapa em questão. Isso inclui, mas não se limita a, contagens adulteradas, posse de mais de uma peça simultaneamente e recolocação de meeples. Essa desqualificação poderá ocorrer apenas durante o decorrer de um jogo ou logo após seu encerramento.

Qualquer jogador que perturbe o bom funcionamento de uma etapa poderá ser desqualificado, tanto por decisão do árbitro quanto do representante da Devir, se aplicável. Neste âmbito, incluem-se atitudes agressivas, linguagem imprópria, postura física inadequada ou questões de higiene.

Em caso de interrupção devido ao som do próprio smartphone, o jogador será advertido pela organização da prova. Se a situação se repetir, o jogador poderá ser excluído da competição, sem direito a apelo. O mesmo se aplica se houver interação com elementos externos à competição durante qualquer partida.

Visão Geral dos Classificatórios

O idioma oficial da competição é o português brasileiro, e todos os jogos serão disputados utilizando a versão base da edição nacional de Catan. A inscrição e a participação no Campeonato Classificatório e/ou Nacional de Catan pressupõem o conhecimento e a aceitação das regras do jogo, bem como deste regulamento.

Jogadores que não possuam nacionalidade brasileira ou certificado de residência fiscal não poderão participar das etapas classificatórias nem do Nacional, consequentemente.

De um modo geral, para interessados em participar e desde que os pais e/ou responsáveis assim permitam, a idade mínima recomendada é aquela indicada na própria caixa do jogo, ou seja, 10 anos. Todos os menores de 18 anos deverão estar devidamente autorizados e acompanhados por um responsável legal durante a totalidade dos eventos.

Os jogadores interessados podem inscrever-se mediante pagamento de uma taxa no valor de R$ 25,00 (vinte e cinco reais). Os jogadores que vencerem uma etapa ficam impedidos de participar nas demais Etapas Classificatórias, assim como os jogadores que já estiverem classificados por outros meios. Cada etapa classificatória de Catan é realizada com um mínimo de 6 participantes, e o número limite nunca deve ultrapassar 32, estabelecido localmente.

O total de rodadas, incluindo a semifinal (se aplicável) e a final, varia de acordo com o total de participantes:

6-16 2 Rodadas + Final (Top 4)

17-32 2 Rodadas + Semifinal (Top 8 em 2x4) + Final (Top 4)

O formato dos torneios de CATAN não é suíço. Os jogadores devem ser emparelhados de forma aleatória evitando ao máximo que joguem com os mesmos oponentes. Após a final, os convites para os Campeonato Nacional serão concedidos de acordo com o total de participantes de cada etapa classificatória, conforme disposto abaixo:

6-8 2 Convites (Top 2)

9-16+ 4 Convites (Top 4)

Os jogadores que se classificarem para o Campeonato Nacional comprometem-se a comparecer no local a ser anunciado, na data e no horário determinado. Os jogadores classificados poderão renunciar a esse direito até as 23h59 do dia seguinte à realização da última Etapa Classificatória, comunicando diretamente o Coordenador da Devir.

Responsabilidades do Jogador

Ao se inscreverem nos Classificatórios e/ou no Campeonato Nacional de Catan, os jogadores concordam em ceder o uso de sua imagem para registros audiovisuais durante as competições e sua posterior divulgação. Esses eventos são públicos e podem receber cobertura noticiosa.

Cada jogador é responsável por verificar o número correto de peças no início de cada jogo (5 aldeias, 4 cidades e 15 estradas). No caso de vários participantes desejarem jogar com a mesma cor, a decisão do jogador inicial prevalecerá e assim sucessivamente. Exceto na final, em todos os jogos, o jogador responsável pela distribuição e recolhimento das cartas será aquele que jogou primeiro. Ele deverá ser claro em todas as movimentações que incluam a si próprio e também será responsável por conferir e embaralhar as 25 cartas de desenvolvimento, devendo notificar imediatamente o árbitro em caso de irregularidades.

Todos os componentes do jogo devem ser mantidos sobre a mesa do primeiro ao último minuto, de forma que estejam facilmente visíveis para todos os jogadores. Isso se aplica especialmente às cartas, tanto as de recursos quanto, imprescindivelmente, as de desenvolvimento.

As cartas de desenvolvimento recém-obtidas devem ser mantidas separadas das que o jogador já possui. Caso esta regra não seja cumprida, o jogador abdica da oportunidade de jogar uma carta de desenvolvimento até o seu próximo turno.

É permitido aos jogadores registrar todas as informações que desejarem, incluindo os resultados do lançamento dos dados durante os jogos. No entanto, se algum jogador desejar fazê-lo, deve haver um anúncio público sobre esse interesse, e a organização do evento deve ser igualmente informada. Nesse caso, todos os dados devem ser misturados e distribuídos pelas mesas na transição das rodadas e/ou das fases. Se durante uma partida algum jogador desejar ausentar-se do local da competição, mesmo que por meros instantes, deve solicitar o consentimento de seus adversários diretos, bem como da organização.

Regras e Esclarecimentos Adicionais

Os procedimentos a seguir visam esclarecer algumas situações que frequentemente causam confusão em Catan. Todas essas noções (mesmo que possam ser contrárias às regras do jogo) devem ser reconhecidas como as regras oficiais do Campeonato e prevalecer sobre quaisquer outras.

1. O turno de um jogador começa com o lançamento dos dados; no entanto, os jogadores podem jogar uma carta de desenvolvimento antes de fazer isso, renunciando a esse direito até o início do próximo turno.

2. Não é permitido aos jogadores construir estradas a partir de qualquer aldeia ou cidade de um adversário. O comprimento da estrada comercial será interrompido caso um adversário construa entre dois segmentos, formando dois segmentos distintos.

3. Os jogadores podem fazer a imediata passagem à cidade de uma aldeia recém-construída. Para que isso seja possível, os jogadores devem possuir os recursos para ambas as construções e não podem, em hipótese alguma, acumular seis aldeias no tabuleiro.

4. Se um jogador comprar uma carta de desenvolvimento e essa carta for um ponto de vitória que lhe conceda os 10 pontos necessários para vencer o jogo, ele deve revelá-la imediatamente. Essa é a única situação em que uma carta de desenvolvimento pode ser revelada no turno em que é comprada. Se um jogador adquirir um "Cavaleiro" que o faça deter a bonificação atribuída ao Maior Exército de Cavalaria, ele deve aguardar até o seu próximo turno para revelá-la, mesmo que tal ação lhe proporcionasse a vitória imediata.

5. Não há distinção entre a fase de negociação e a fase de construção.

6. Qualquer porto pode ser usado no turno em que acabou de ser construído.

7. Um jogador vence o jogo no momento em que possuir 10 ou mais pontos de vitória (apenas 10 serão considerados para a classificação geral) no final de seu turno. Caso não declare a vitória em tempo hábil, o jogador deverá esperar pelo seu próximo turno, correndo o risco de outro jogador declará-la. Se isso acontecer, o jogador que não declarou sua vitória continuará marcando 10 pontos, embora não sejam considerados para a vitória.

8. Se não houver cartas suficientes de algum recurso para que todos recebam a quantidade que têm direito, então nenhum jogador receberá qualquer carta desse recurso, e o jogo prosseguirá normalmente em relação aos demais recursos.

9. O ladrão está ativo desde o início do jogo, incluindo no primeiro lançamento do dado; não há qualquer período de benevolência. Durante o jogo, o ladrão pode ser movido para o deserto pelo jogador responsável pela sua movimentação, e o roubo de uma carta pode ocorrer em qualquer construção no mesmo.

10. Em caso de empate na classificação por pontos de acordo com as posições em cada rodada, a soma total dos pontos de vitória será levada em consideração em cada partida.Caso o empate persista, a soma da porcentagem de pontos de vitória será considerada em cada partida. Se ainda assim o empate persistir, defina o vencedor de modo aleatório.

11. Todas as situações não previstas ou omissas neste Regulamento Geral serão interpretadas e resolvidas de acordo com as regras do bom senso e as práticas comuns entre jogadores de jogos de tabuleiro em geral, com a palavra final do árbitro e/ou do representante da Devir.

 

Após ler atentamente o regulamento dos Torneios (Regulamento Oficial da DEVIR), comente "Concordo com o regulamento" ao final deste post. Depois preencha o formulário, pague suas taxas de inscrição e boa sorte! VAGAS LIMITADAS!!!



 

Este é o Carlos Henrique, o CH.

Esta é a Elaynne.

O CH escreve melhor que a Elaynne.

A Elaynne joga melhor que o CH.

Os dois são o casal que leva pra frente a Homo Ludicus. Juntos, eles dão a sua parcela de contribuição para ver o hobby crescer em nossa cidade e nosso Estado.



21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page